Fifa cita Corinthians como exemplo negativo

noticias.jpg

Nas noves medidas para tentar moralizar o futebol, publicadas hoje no site oficial da entidade, a Fifa “cita” o Corinthians como exemplo para aumentar o rigor e evitar que empresários e investidores usem os clubes para lavagem de dinheiro.

Em uma das medidas, chamada de sistema de licença internacional de clubes, a entidade máxima do futebol quer copiar o critério já utilizado pela Uefa para saber mais sobre os donos e acionistas das equipes associadas.

No site oficial, a Fifa cita um exemplo negativo que aconteceu no futebol sul-americano, recentemente. “Em 2004, um empresário investiu grande quantia de dinheiro em um clube sul-americano e reforçou a equipe com jogadores espetaculares. O dinheiro investido era de origem suspeita e o investimento parou rapidamente. Três anos depois, a equipe foi relegada à segunda divisão”, comentou a entidade, em nota oficial.

Em 2004, o iraniano Kia Joorabchian, presidente do MSI, fechou uma parceria polêmica com o Corinthians e contratou jogadores famosos como Tevez, Roger, Mascherano e Carlos Alberto. Depois do sucesso inicial, com a conquista do Campeonato Brasileiro de 2005, a diretoria e Kia tiveram divergências e as principais estrelas foram negociadas no ano seguinte.

Em 2007, a Justiça decretou a prisão de Joorabchian e o processo contra integrantes do MSI e membros do Corinthians, como o ex-presidente Alberto Dualib, que acabou renunciando. Com a equipe enfraquecida, o clube foi rebaixado pela primeira vez para a Série B do Campeonato Brasileiro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: